Adoro cavalheirismo!



Hoje voltando da faculdade estava eu na preferencial - vindo pela avenida - e um carro simplesmente parou me dando passagem. Sei que alguns podem até estranhar isso, mas aqui onde vivo educação no trânsito decididamente não é o forte da maioria das pessoas. E o fato de o carro ter parado no local certo, sem ter invadido toda a rua e eu não precisar desviar foi lindo!

O sentimento que me veio na hora, claro, foi muito gostoso e me lembrou de outras situações. Quem nunca entrou num estabelecimento 'p' da vida e do outro lado havia uma pessoa sorridente, educada e que só com aquele gesto transformou o seu dia? E quando aconteceu o contrário, de se chegar num lugar e for vítima do mau humor alheio, não é desagradável?
 
De acordo com o Observatório da Imprensa, a definição de cavalheirismo em vários dicionários é:  ato nobre, gentil, delicado, distinto; em outras palavras, Boa Educação. Agora... Como este artigo está em falta no mercado, hein! Acredito que se isso fosse um produto e eu a fabricante, estava podre de rica, porque todos gostam de ser bem tratados.

E isso não é vaidade. Não é algo que se aplica apenas - como muitas pessoas pensam - no sentido Homem --> Mulher. O que acontece é que nós nos esquecemos de olhar para o lado. Se antes o ditado dizia que o gramado do vizinho era mais verde, hoje, isso já não nos preocupa, pois só existem olhos para o próprio umbigo. Cada um está preocupado com a carreira que tem que seguir; o dinheiro que deve ganhar; o destino onde tem que chegar. E essa do destino é o que acontece na minha cidade, cada um está preocupado consigo e esquecem-se das regras que fazem a tal da Sociedade funcionar.

E o trânsito, tanto aqui como em qualquer outro lugar, é apenas mais um reflexo da falta de educação e egoísmo que tomou conta das pessoas. Ninguém mais se preocupa em desejar bom dia, em esperar a sua vez na fila, em ceder lugar a idosos, gestantes, ou simplesmente respeitar uma vaga no estacionamento para deficientes físicos... 

É triste essa constatação, e a solução para tal não é difícil, concordam? Isso me lembra as várias propagandas idealizadas pela Fundação Para Uma Vida Melhor, sabe aquele negócio do "passe adiante"? Eu acredito que a única maneira de recebermos educação, é antes de tudo sendo educados com os que estão à nossa volta, e não sermos grosseiros quando não nos tratarem como queremos. Com atitudes simples assim, tenho certeza de que podemos ser mais felizes, e que situações como a do carro esta noite, não nos causem espanto no bom sentido, mas que sim façam parte do cotidiano. Agora, e você do outro lado, como anda sua paciência e educação? E o cavalheirismo, vai mesmo entrar em extinção?

11 comentários:

Postar um comentário