Aí o computador travou....

... e eu fui dormir. Mas não antes de colocar no papel as idéias confusas que pairavam no meu cérebro:


(Dos pensamentos complexos)


Às vezes penso:
"eu queria ser burra"
mas então eu penso:
"se eu queria ser burra, é porque supostamente sou inteligente..
e se me acho inteligente, talvez seja esse o primeiro sinal de burrice"


Cria-se então um impasse,
O que fazer, o que ser, o que pensar?

Até que ponto se valorizar,
Até que ponto reconhecer suas limitações??
Ó vida estranha!



De acordo com o dicionário Globo, epifania quer dizer: festividade religiosa em memória da aparição de Jesus Cristo aos gentios; dia de Reis.



1 comentários:

Postar um comentário

Plágio [2]



Essa num deu!!!

Essa eu tive que copiar e colar bem aqui!!! (na falta de coisas interessantes para falar, resta - me tomar emprestado palavras, pensamentos ou devaneios de pessoas mais sensatas e interessantes que no momento não passam pelo mesmo bloqueio que eu. Segue aí a 2ª epifania (buscar no dicionário) André, de Setembro de 2008:

" Cara, como estudar é uma coisa ingrata :)... Hoje finalmente compreendi isso. Estudar é basicamente uma forma de vc ficar sabendo que sabe menos do que pensava que sabia. "Só sei que nada sei" e aquela coisa toda, e hoje eu enxerguei as conseqüências dessa idéia. Quanto mais você estuda, mais você descobre o quanto terá que estudar se quiser ser alguém naquela área. Me fala se tem coisa mais desmotivadora do que isso :)..."

Verdade verdadeira!!
Precisa mais comentários?
Texto na íntegra em: http://aosfi.blogspot.com/2008/09/eu-no-deveria-estar-agora.html

3 comentários:

Postar um comentário

Fé renovada!!

Será que esse tempo de duração da paixão é cumulativo?
Se for agora são um ano e sete meses mais os trinta meses normais!!!!

1 comentários:

Postar um comentário

Estórias


Escrever não é coisa fácil. Pelo menos não sobre pressão. Escrever para mim é como um hobby ou como uma válvula de escape na maioria das vezes. Há dias que sai alguma coisa decente, mas na maior parte do tempo, não.

Em Janeiro deste ano, eu estava muuuito deprimida e por acaso reli um texto que eu mesma tinha escrito há EXATAMENTE 4 anos atrás. O que me deixou encabulada não foi apenas a coincidência de datas, mas principalmente o fato de estar escrito ali exatamente o que eu necessitava ouvir naquele momento de tristeza e angústia; o que ninguém me disse naquele dia.

Esse texto foi feito como uma 'nota', uma introdução ou justificativa ao livro que eu comecei a escrever quando tinha 13 anos. O primeiro volume está pronto, mas não sei por quantos anos ainda permanecerá engavetado. E quando a tal história terá um fim, só Deus sabe. Por hora, vou apenas postar aqui esse humilde conjunto de palavras que significam muito pra mim. :)

Nota

Certa vez me disseram, “Você sonha demais” e aquilo me deixou realmente intrigada, e concluí que a vida acaba quando deixamos de sonhar. Sonhar talvez seja a maior bênção concedida ao ser humano; é esplêndido. Às vezes é perturbador, às vezes reconfortante, às vezes é como voar, ser livre! Eu costumo pensar também que três coisas movem o mundo: o Amor, a Fé e a Esperança e chego a conclusão que o Sonho está compenetrado nestas três coisas também. O que é o ser humano sem o Amor? Ouvindo, presenciando e lendo, vi como o amor está em toda parte, desde naquela estória de romance ardente até àquela estória de singela amizade. O amor move o mundo, a raça humana, tudo, até o que é Celestial. Depois a fé... A fé que move montanhas, que nos faz acreditar nos momentos mais difíceis, ou de extrema felicidade que há algo Maior, um Ser Maravilhoso que nunca nos abandona e que irradia Amor! Fé que nos dá força, luz, nos dá Paz... Há também a esperança, que é inseparável ao amor e a fé. Esperança é a soma de cada um desses elementos grandiosos que nos acompanha durante a jornada aqui neste mundo. Esperança é acreditar no amor, mesmo quando tudo à volta é ódio, esperança é fé, é acreditar sem ver ou poder se quer tocar, é confiar no que nos diz a voz do coração, a voz de Deus!

Esta estória aqui adiante, foi à realização de um sonho (uma outra virtude do sonho é que mais cedo ou mais tarde, ele se torna realidade). A intenção aqui, não foi contar uma estória nova, mas se há algo que aprendi nestes poucos anos de vida, é que Todas as histórias já foram contadas, por isso não há algo NOVO. Mas o que marca cada história, é o modo como são contadas, e essa originalidade é puramente individual.

Eu quis colocar neste livro, de certa forma tudo aquilo que acredito, e/ou que gostaria que fosse real, entenda como quiser.

Queria me superar, desde aquele momento em que disse a uma colega “Quero escrever uma estória de fantasia”. Sei que para muitos isso é uma futilidade, mas eu julgo importante, e para mim, isto já basta. Não que seja egoísmo de minha parte, mas acredito que quando se quer algo, o importante é acreditar em si mesmo. Durante a vida, sempre temos objetivos, metas, sonhos a serem alcançados, mas claro, para que estas coisas sejam alcançadas, é preciso muito mais que força de vontade, é preciso fé, esperança, humildade, e amor.

Sei que há partes que parecem infantis, mas percebo que isso só retrata o quê e como sou. Não posso mentir dizendo que não coloquei alguma vivência minha neste livro, poderia afirmar que para mim, com certeza seria impossível, mas acho que assim deve ser. Imaginem só se todas as pessoas pudessem ser a todo tempo espontâneas, tanto no dizer o que se pensa ou como que se sente com relação a pessoas, coisas e situações? Não haveria falsidade ou mentira, tampouco inveja ou ódio; aceitação. Não quero pregar um modo de vida ou pensar, só queria que as pessoas não perdessem a essência da Vida. E já não é novidade do que é formada essa essência; do amor, da fé, e da esperança, e no fundo, dos sonhos que habitam dentro de cada um de nós.

Não posso afirmar com certeza se consegui passar tudo isso para o papel, mas com certeza, desde o começo, foi esta a intenção, mesmo que no início de tudo, não tivesse consciência disso. E acho que posso arriscar a falar que assim são as histórias, todas levam ao mesmo ponto, que é na verdade o início de tudo. Toda história é ou se torna verdadeira desde que acreditemos nela do fundo de nosso coração e isso se torna ainda mais intenso quando quem se atreve a escrever põe nela o que realmente sente, pois a experiência de um, é a experiência de todos e porque na verdade, nós todos somos um, viemos de um único berço, somos filhos de um mesmo Pai, somos irmãos e algo assim é inegável. Somos todos movidos por uma mesma força, por um mesmo sentimento e por mais diferentes que pareçamos, somos todos iguais, porque todos temos um mesmo objetivo em comum, ser feliz.

Para muitos isso é somente um sonho, para outros, essa é uma realidade. Como disse anteriormente, todos temos o mesmo objetivo, mas depende de cada um a forma de como torna-los realidade. Assim são as estórias, são imutáveis, o que muda somente, é a maneira como são contadas. E espero de todo coração que quem leia este relato fantasioso a seguir, repleto de coisas que já foram imaginadas possa sentir o que eu senti ao concluir a primeira parte deste desafio. E espero também que com isso, aqueles que se perderam re-aprendam a importância do Sonhar, porque o sonhar, é o amar, o acreditar, é o não desistir, é o não perder a fé, é a força que move o mundo, é a força do Amor.

Ser Estranho
23/01/2005

0 comentários:

Postar um comentário

A Resposta



Estava escutando um CD hoje e a letra dizia assim:
"Por que tenho medo se nada é impossível para ti?
Por que ficar triste se nada é impossível para ti?
Porque duvidar se nada é impossível para ti?
Venceste a morte, pois nada é impossível para ti
Estás entre nós e nada é impossível para ti"

Foi bom porque é mais ou menos esse tipo de medo que me assola a maior parte do tempo. E saber que isso pode ser um sentimento tão comum a ponto de virar uma canção alivia.
De fato a Resposta sempre esteve aí, mas é que as vezes a tristeza nos cega, ou pelo menos nos trava, impedindo-nos de tomar alguma atitude. Todas as vezes que confiei não me arrependi.
Mas ainda busco entender por que não consigo ser assim todo o tempo. Porém existe uma verdade: eu, você, o padeiro e o empresário somos humanos. Estamos aqui para isso, para errar, cair, levantar. Amadurecer e aprender com cada vivência, mas principalmente com nossos erros!

0 comentários:

Postar um comentário



Será que algum dia irei encontrar a música, o texto, o poema ou a palavra que consegue expressar o que estou sentindo nesse momento?
Às vezes sinto a necessidade de colocar isso para fora, dividir com alguém, mas por mais que eu tente, as palavras 'certas' parecem sempre fugir de mim neste momento.

Uma mulher chamada Cindy Hazan disse que a paixão de uma pessoa pode durar até 30 meses; então pelos meus cálculos, ainda tenho que conviver com esse sentimento um ano e sete meses.

Às vezes é desanimador imaginar que ainda por quase dois anos terei que conter o choro, engolir o nó que se forma em minha garganta cada vez que sofro uma decepção. É desanimador saber que não sou nada, e que no fim eu continuo aqui, apenas com teorias, suposições, sofrimentos que eu mesma poderia evitar, mas provavelmente não quero.

Já desisti de tentar saber se isso é vergonhoso ou não. Gostaria de ter desistido de me preocupar com o que os outros pensam à respeito disso. Mas desisti de tentar seguir instruções, fórmulas mágicas, porém ainda é complicado deixar de lado velhos hábitos e as perigosas e destrutivas manias.

Estive pensando em retornar à terapia. Mas não vai adiantar; o que me dirão é que a mudança tem que partir de mim. Contudo, se no momento eu não posso, não quero, não consigo ou seja lá o que for, ninguém pode fazer nada por mim.

Estou triste. Ainda bem que perdi meu cartão de crédito, assim, posso justificar a tristeza que sinto agora, sem levantar suspeitas do que realmente se passa dentro de mim.

2 comentários:

Postar um comentário


0 comentários:

Postar um comentário


0 comentários:

Postar um comentário

Seria cômico se não fosse trágico...



Então, lá estava eu de frente para a TV assistindo ao noticiário local, quando o apresentador começou a falar à respeito de um assalto a banco (?), bem, um assalto, onde o criminoso carregou o computador que continha o vídeo da segurança. Até aí tudo certo. Encontraram mais tarde o gabinete numa estrada, abandonado. Nesse momento eu tive dó do bandido. Sim, porque provavelmente ele deve ter pensado que quebrando o gabinete iriam se embora os dados. Se ele tivesse tocado fogo certamente teria sido mais eficaz; ele provavelmente não sabia que o primordial seria destruir o HD...

São coisas estúpidas assim que me fazem pensar na importância do conhecimento. Em quantas pessoas sofrem por aí por não saberem de coisas simples. Por não terem querido _ por não ter noção da importância_ ou não terem tido a oportunidade de frequentar uma escola.

É muito comum, conversando com amigos debater sobre as 'canalhices' que acontecem frequentemente em nosso país; é comum buscarmos possíveis soluções, afinal os culpados somos nós por tudo isso que acontece, culpados em função de nossas omissões. Mas cada vez que aperto esta tecla, mais eu me asseguro de que a única solução, a única maneira de mudar este país é através da educação.

E isso não é feito distribuindo cotas para que negros ingressem nas universidades. Imagino que seria necessário uma 'revolução'. Mas como essas coisas não acontecem da noite para o dia, e se acontecem, só são possíveis em filmes, acredito que deveriam começar com os cursos de licenciatura. Para que saíssem das universidades educadores, pessoas que tivessem a paixão de ensinar. Assim, poderiam plantar a semente do gosto em aprender no coração das crianças...
Utópico, não é?
Mas eu sou assim, não vão conseguir me fazer parar de sonhar!

Um lindo dia para todos!

0 comentários:

Postar um comentário

à respeito dessa palhaçada no senado....

Me apoderando das palavras de Renato Russo:

"Vamos celebrar
O meu país e sua corja
De assassinos
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação...
Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado de absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos o hino nacional
A lágrima é verdadeira"



---->coitadinho do Renato! Veja que ele nem conheceu o Brasil nos tempos do Presidente Lula<-------------

1 comentários:

Postar um comentário

Quem acredita em O.V.N.I.s???

Foi 'flagrado' na última terça-feira em um programa de TV um suposto ovni.
"Uma linha prateada passou do canto esquerdo da parte de baixo da tela ao canto direito da parte de cima no momento em que o apresentador lia as manchetes."
Veja o vídeo e dê a sua opinião...

2 comentários:

Postar um comentário

Bahhh!! Demorou mas está chegando....

o novo álbum do MIKA =D



Como sempre, super Gay, mas muito fofo!!! A música 'we are golden' dará também nome ao novo disco, que será lançado no dia 21 de setembro. São centenas de visualizações no You Tube, e já é possível imaginar a repercussão que será o lançamento desse álbum, não é? Pra quem não viu, segue abaixo...!

0 comentários:

Postar um comentário

=D



OBRIGADAAAA!!!
TB TE AMO, E VC SABE DISSO!

0 comentários:

Postar um comentário