Desculpem... :)

Mais um ano finda e outro está prestes a começar. Como de costume, esta é uma época de balanço, neste período paramos para avaliar o que foi bom ou não, recuperamos a lista de fim de ano do ano anterior e passamos a conferir o que conseguimos cumprir de tudo o que nos comprometemos a fazer no ano e claro, fazemos novos planos. 

O ano de 2010 foi satisfatório para mim e desde já tento me convencer de que isso se deve a qualquer outro fator exceto o fato de ser um ano par! Só porque 2009 não foi um ano memorável digamos assim, não posso culpar os números ímpares, posso? Acredito que este foi um ano de avanço em diversos aspectos, acho que agora vejo as coisas com mais sensatez do que antes e não de uma maneira tão sonhadora e intransigente como antes. 

Este foi um ano de agradáveis surpresas. A invasão da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão de alguma maneira renovaram a minha fé. Até hoje é difícil de acreditar, quer dizer, passamos tantos anos vendo através da TV o tráfico de drogas triunfando sobre a polícia e etc. que foi estarrecedor de repente ver aqueles lugares em paz. Acho que a lição disso tudo e que ainda não havia me dado conta é que nenhuma situação é permanente e que para se fazer a diferença é preciso empenho, disposição; fazer o que deve ser feito e não ficar cortando voltas com o problema, mascarando, prolongando, tornando-o ainda maior.

Percebi também que a amizade não possui fronteiras e que há muito mais pessoas parecidas conosco do que imaginaríamos, ou ainda que os problemas de todos são muito parecidos e que cada um de nós os supervaloriza a ponto de fazer pouco da cruz alheia e assim perpetuar essa tendência egoísta que existe dentro de cada um.

Observei também que quando você diminui um pouco as suas expectativas a frustração é menor, mas isso não deve ser considerado como uma regra já que para se alcançar algumas coisas, é preciso não apenas expectativas lá em cima, mas um bocadinho de teimosia e coragem para agüentar as conseqüências de cada escolha envolvida.

Embora digam que a história se repita e embora nós possamos ver isso nas páginas de livros de história, quero acreditar que as coisas ainda possam melhorar; acreditar que depois de tantas cabeçadas na parede tenhamos aprendido alguma coisa com os erros e que aos poucos essa mudança de pensamento se torne algo concreto e renda bons frutos. 

Ah... Sonho com o dia que pararei de falar e escrever tão subjetivamente assim, rsrs. Mas mudando um pouco o tema, há alguns blogs na minha lista que muito me inspiram e que sempre que dá passo para dar uma lida, e cada um desses blogs sempre tem algo a me ensinar, acrescentar, agradeço sempre por essa ligação tão bacana e saudável que quero manter por algum tempo ainda! Obrigada a cada um de vocês!

Com a  Jú  do Merda, falei! percebi a importância de possuir uma opinião formada, de deixar um pouco de lado aquela coisa meio ‘metamorfose ambulante’, pois existem coisas para as quais não existe meio termo, estão certas ou estão erradas e às vezes temos que ser menos ‘Vii’, digo, menos banho Maria, menos meio termo, menos equilíbrio, enfim, é isso que sempre fica marcado para mim quando passo por lá. Ela defende com tanto afinco seus pontos de vista e de maneira tão legal que se fosse outro eu diria: “você está exagerando”, mas lá só consigo pensar: “você está com a razão...”.

No cantinho da Maria Alice (Blogat) sempre encontro paz, sempre consigo ver o lado mais poético, mais família, mais “como-deveríamos-levar/enxergar-a-vida” e sempre me preencho mais e mais com seus sábios comentários.


A Sissym é dona do BlogZoom e do Masquerade e a admiro muito entre outras coisas por conseguir administrar dois blogs; um já é tão complicado, rs! Mas ela me ajuda a resgatar sempre a criança que existe dentro de mim, ela não deixa seus leitores esquecer isso. E acho isso fundamental e acredito de fato que se alguns cidadãos por aí se lembrassem disso, se esses cidadãos não assassinassem suas crianças interiores este mundo seria um lugar melhor. Digo isso pois as crianças são as reais portadoras da bondade, inocência, despretensão e puro amor.

No  Nunca Soube se Prestava... encontrei uma amiga, irmã e confidente muito diferente daquela que se apresenta como dona do blog! Seus posts são sempre engraçados, sarcásticos, criativos e servem para me fazer lembrar o quão é importante sorrir! Rir da vida, rir das situações embaraçosas, das desgraças que às vezes nos abatem e dos pequenos dramas que fazemos ao longo da vida jurando que são importantes quando as coisas importantes estavam conosco todo o tempo e não pudemos perceber!

A Érika do Notas descabidas, antigo Idéia com acento é outra persona incrível! Através do Notas ela traz a tona um lado bem geek divertido de ver e viver a vida, um lado que gosto demais! Sempre falando de livros, jogos, animes, enfim, resgata o jeito “meninona” de ser, mostrando que entrar na vida adulta não significa exatamente se tornar alguém frustrado ou obcecado por trabalho e que nada impede que você trabalhe, cresça e de quebra ainda se divirta!

Falar do Espaço da Kadilza para mim é bastante suspeito por se tratar de minha melhor amiga de todos os tempos, rs! Aí está outra menina super inspirada e talentosa. Publicou seu primeiro livro antes de completar dezoito anos e fico imensamente feliz por participar de sua vida não apenas na blogosfera e pelos papos muito malucos que só acontecem quando estamos juntas.

O André “Fi” é outro também que possui dois blogs e que só há algumas semanas conheci o seu segundo. Ele é dono do Aos Fi, blog super bacana que como o próprio perfil diz, trata-se de uma “confluência de improbabilidades da natureza”(!!), e acredite, lá você encontra de tudo um pouco, tecnologia, música, críticas e curiosidades. Porém o mais legal mesmo são os pontos de vista pessoais do Fi, a forma peculiar de compreender o mundo.

Na coluna do lado esquerdo do blog do Daniel Hiver, Pelo Caminho dos plátanos... diz assim: “Escrevo para que as pessoas leiam e imaginem...” e como ele ‘brinca’ com nossa imaginação, rs! Digo sem hesitação que poucas pessoas me surpreendem tanto como ele, por sua intimidade com as palavras e pela tamanha sensibilidade. Não consigo fazer versos e confesso que alguns são demasiados entediantes de se ler, mas esse sentimento passa longe de mim quando ando por lá. E de todas as sensações, aquela que predomina é a de ver sentimentos – a maioria deles difíceis até de descrever – serem transformadas em palavras lá.

E a Carlinha?? Ela é dona do O mundo do meu jeito..., um lugar muito fofo de se visitar. Não sei a idade dela, mas sei que se trata de um talento bem precoce, hehe! Ela é dona de uma delicadeza e clareza ímpar. Admiro demais e sempre saio de lá com alguma nova lição ou ao menos uma identificação, o que me faz imensamente feliz por perceber mais uma vez, que somos todos muito parecidos, muito mais do que geralmente imaginamos.

♥A difícil Arte de Ser EU♥  pertence à Beta, uma moça mãe de duas crianças sendo seu filho caçula autista. Beta é uma mulher guerreira que usa o espaço virtual para nos contar um pouco como é sua jornada, e também desabafar. Lá acompanho suas alegrias e também seus momentos ruins, momentos que todos nós temos aqui e acolá. Sobre ela só posso deixar aqui registrado o quanto a admiro pela coragem e essa força interior que não a deixa desistir nunca, mesmo já tendo chegado ao fundo do poço uma vez!

O Everton é dono do Desfilosofando, e como é bom lá. Este é também outro moço perspicaz e de sensibilidade incrível, que escreve sempre para somar e consegue atingir o objetivo do seu blog, que é, segundo seu perfil “fazer o pensamento acessível para quem puder se logar por alguns minutos na Web” !

 A jovem Aldenora é dona do ' Change Everything.e é uma escritora incrível e muito talentosa. Adoro passar por lá pois sempre sou convidada a ver o mundo sob uma óptica diferente e me sinto revigorada ao sair, com mais esperança, enfim, de que o que não está legal possa ainda melhorar. Um dos meus textos favoritos é de autoria dela é este aqui e sugiro que todos leiam, valerá à pena!

Por falar em jovens, não poderia me esquecer da Jéssica. Foi através dela, inclusive, que conheci o blog da Carlinha. Ela é dona de As histórias de Ba Sing Se... Sou suspeita até pra falar, pois o blog dela é baseado em dois desenhos que amo, rsrs, o do Aang (The Last Airbender) e da Mafalda (minha tira favorita). Também explorando o lado adolescente não deixa de apresentar sempre novas lições, pontos de vista e aventuras incríveis!

 E para terminar, apesar de não ter falado de todos os blogs que visito, não poderia me esquecer da querida Luciana P. do Afrodite para Maiores. Hoje o blog está praticamente inativo, mas me ensinou muito e foi o primeiro que tive contato nesse ambiente. Luciana é uma pessoa que admiro muito e que também muito me incentivou. Quem a conhece entende o que eu digo. Quem não, se puder tire algum tempo para ler o que há por lá, pois o site é muito bom!

Para terminar, sobre 2011, os sonhos, as expectativas são, é claro, as melhores possíveis. E não só espero quanto desejo a todos (os que me lêem e os que não) que este próximo ano seja ainda melhor. Que continuem invadindo as favelas e assim diminuindo a criminalidade, que as catástrofes naturais sejam menos intensas, que nosso país não afunde com a Dilma na presidência, que vocês, meus queridos continuem postando para o deleite de todos, que a saúde não nos abandone para assim possuirmos força para seguir em frente, que nossos corações encontrem paz todos os dias de nossa vida, pois de nada vale tudo em volta estar nos conformes, mas não estarmos bem conosco,... Os desejos são muitos. Mas espero. E confio. 

Um feliz Ano Novo a todos.

15 comentários:

Postar um comentário

Post de Fim de Ano

Olá, Povo, quanto tempo!
Ando bem desligada daqui ultimamente, às vezes por falta de inspiração para escrever ou por falta de tempo mesmo (sempre essa desculpa).  Mas possuir isso aqui é algo importantíssimo e mais um espelho de quem sou: inconstante, às vezes ávida por escrever - sem saber o que escrever primeiro -, e as vezes como agora, levando tudo - Tudo mesmo - em banho maria.

Bem, sobre o post anterior, algumas pessoas pediram para mantê-los informados sobre o acontecido. Pois bem, fui até a reitoria munida de cópias de emails, não apenas o postado aqui, mas de outros alunos, cópias de provas e um abaixo-assinado informando sobre o descontentamento da maioria dos alunos.

Fiquei feliz com isso porque me surpreendeu a quantidade de pessoas que também estão descontentes. Isso é bom porque nos permite ver que muitas vezes, isolados em nosso próprio mundo, deixamos de perceber que nosso problema é também de outros. E isso nos faz lembrar que é a união que faz a diferença e que quando há um grupo descontente e este se dispõe a reclamar do que não está bom, esse é o primeiro passo para que haja uma mudança. Assim espero.

Mudando um pouco de assunto, há algum tempo recebi da minha querida amiga Beta do blog ♥A difícil Arte de Ser EU♥ um prêmio (selo) muito muito especial e desde já agradeço pelo imenso carinho e atenção!!

"O Prêmio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras. Esse selo foi criado com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros; uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à web."

De acordo com as regras devo:
1.Exibir a imagem do selo em meu blog; 
2. Linkar o blog pelo qual recebi a indicação;
3.Escolher outros blogs a quem entregar o Prêmio Dardos;
4. E por fim avisar os indicados.

Bem.. e meus blogs escolhidos foram: (!!!)
Nunca Soube se Prestava...
O mundo do meu jeito...
Pelo caminho dos plátanos...
Hugo Alves
Ao Fi Livre
Desfilosofando
Cada um deles contribui de alguma forma na minha formação como indivíduo e isso é o mínimo que posso fazer para agradecer a cada um desses escritores!
E para encerrar, agradeço mais uma vez à Beta e desejo a todos um Feliz Natal atrasado, rs, e um Ano Novo NOVO, repleto de paz, saúde, fé nos corações e tudo o mais que cada um necessitar...
Beijos e abraços à todos, e provavelmente, até ano que vem!

7 comentários:

Postar um comentário

Que coisa, não??

Segue abaixo o print do adorável e-mail que meu adorável professor também coordenador de estágio e que possui dois mestrados e um doutorado e que já apresentou artigos no Canadá e na França me mandou (carinhosamente) esta semana:

....
Bem pessoal, eu me desculpei pela maneira como eu disse, mas não pelo que eu disse.
Mas esse e-mail me levou a algumas reflexões, sabem?
Primeiro, eu realmente não devo ser ninguém, né? Eu tenho uma banca para apresentar e não sou ninguém nem para cobrar a Data da tal banca.. Ok.
Segundo, eu devo ser mesmo bastante petulante e metida, mas felizmente algumas pessoas me amam, ou então esperam me conhecer melhor antes de sair com comentários assim, rs...
Terceiro, eu não sou vingativa, mas vou adorar levar uma cópia disso para o reitor!
Quarto e último, peço desculpas por colocar isso aqui. Mas sabem, todos precisamos desabafar de vez em quando e isso realmente me fez sentir melhor...

Beijiinhos!

13 comentários:

Postar um comentário