Sobre frases prontas :)

Bem, esses dias tenho andado com muito bom humor, mas o meu questionamento principal refere-se à quanto tempo isso irá durar, e isso me fez voltar o pensamento para algumas frases prontas - três na verdade (!):
  • "O importante é a qualidade e não a quantidade."
  • "O importante não é vencer e sim competir."
  • "O bem sempre vence no final."
Alguém se opõe a qualquer uma dessas afirmações? Eu imagino que não.
Mas a questão aqui não é o quanto acreditamos nessas verdades, mas sim a nossa capacidade de aceitá-las numa boa. Vejam o que encontrei na Wikipédia:


Vocês se lembram como eu da decepção que ele ficou na época? Não só ele, mas todos que estavam confiantes na vitória?
Há certos tipos  de coisas que é muito fácil falar - principalmente para os outros - mas que quando  não saem da maneira esperada, causam 'feridas' em nossa memória, auto-estima e segurança.
E o que dizer então da primeira frase, 'o importante é a qualidade e não a quantidade'?! Estava eu visitando um blog - taste it, eu acho - quando vi a singela imagem:




E então me lembrei de quando criei esta página, com mil idéias, imaginando como seria todos os meus amigos lendo e comentando isso aqui - todo mundo imagina isso, não é verdade? - , o que não aconteceu. O que houve é que eu parecia uma histérica a cada novo post, implorando a eles com e-mails ou mensagens instantâneas para que comentassem as besteira que eu escrevia. E mesmo assim não adiantava!!

Mais uma vez a questão, é muito fácil dizer que o importante é a qualidade dos comentários e não a quantidade. Só que simplesmente quando você posta alguma coisa e ninguém comenta nada pra sinalizar que leu rende uma depressãozinha, não rende? Hoje eu já consigo conviver -muito bem- com isso, diga-se de passagem, mas no princípio não era assim.

E para encerrar as frases prontas: 'O bem sempre vence no final.' Mas aquele que nunca se cansou de ser bonzinho - pra não dizer otário - "que atire a primeira pedra". Diversas vezes nos vemos em situações em que decidimos fazer ou dar o melhor de nós, tentamos ser honestos, justos, sinceros e diversas na maioria das vezes somos taxados de ridículos ou coisa pior.

Sabe, ser bom ou não é algo muito pessoal. Se sempre vence no final, alguns dirão que sim e outros que não, mas seria ótimo se todos praticassem bondade no dia a dia. Bondade e outras virtudes mais.
Sei que viajei um bocado só com essas frases, mas o barato é justamente isso. Mas e você, o que acha de tudo isso, e mais importante, como lida com as frases prontas que vez ou outra apontam no horizonte? :)

* Agradecimentos especiais à minha amiga Kadilza que finalmente conseguiu definir o meu blog: Livre!

6 comentários:

  1. Maninha tô rosa chiclete!!! Tudo isso que vc escreveu é a pura verdade..

    ResponderExcluir
  2. Hahahaha, adoro vir aqui, é sempre uma leitura gostosa. Cara, você está cada dia melhor. Em argumentação, nota 10. Essas frases são mesmo de amargar.
    Morri de rir da parte dos comments... os nossos amigos reais estão pouco ligando pros nossos blogs. Eles até entram e leem, mas não vai comentar, pra quê? Pra encher a nossa bola?
    Imagina, eles não vão fazer isso. Eu desisti, assim como vc, e hj em dia convivo bem com isso. Nem falo mais do meu blog pra quem me conhece.
    Os meus amigos virtuais, dentre eles, você, que é uma das minhas preferidas, estão de ótimo tamanho e medida. sei que somos muito mais verdadeiros do que esses caras com quem convivemos.

    Beijos, Viiii, muita inspiração pra ti. Este ano estás com a corda toda.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada! Desde antes do natal eu estou nessa, então há dois dias atrás eu pensei: tenho que sair dessa vida, haha, já estava perdendo o sono por causa disso! Mas no fim fiquei satisfeita! :)

    ResponderExcluir
  4. Vi, a coisa é muito complicada. Relacionamento é foda. A gente nunca sabe se está acertando ou fazendo bobagem. Essa coisa de ter que viver na pontinha dos dedos, tentando acertar é intragável, especialmente quando não se tem muita paciência (como eu). Simplesmente não consigo entender isso. Ou se quer ou não se quer. Mas quando a gente gosta, muitas vezes faz concessões e acho que é aí que se estraga tudo, concessão abre precedente pra acomodação, deixar como está, enfim. Ainda não aprendi a me relacionar nesses anos todos e acho que nunca vou aprender, ou então, só peguei "nó cego" na minha vida, hahahahaha...

    Beijos, linda!

    ResponderExcluir
  5. hauhauhhauhauhauhauhauahua ... com certeza vc está certa Vi, no começo do blog, quando ninguém comenta o que vc escreveu dá aquela sensação de "putz, ninguém gostou e eu achei tão legal" ... mas depois isso passa e como vc disse, é melhor 1 comentário bem feito do que milhares só pra mostrar que leu!

    Beijos!!

    ResponderExcluir