Adoro cavalheirismo!



Hoje voltando da faculdade estava eu na preferencial - vindo pela avenida - e um carro simplesmente parou me dando passagem. Sei que alguns podem até estranhar isso, mas aqui onde vivo educação no trânsito decididamente não é o forte da maioria das pessoas. E o fato de o carro ter parado no local certo, sem ter invadido toda a rua e eu não precisar desviar foi lindo!

O sentimento que me veio na hora, claro, foi muito gostoso e me lembrou de outras situações. Quem nunca entrou num estabelecimento 'p' da vida e do outro lado havia uma pessoa sorridente, educada e que só com aquele gesto transformou o seu dia? E quando aconteceu o contrário, de se chegar num lugar e for vítima do mau humor alheio, não é desagradável?
 
De acordo com o Observatório da Imprensa, a definição de cavalheirismo em vários dicionários é:  ato nobre, gentil, delicado, distinto; em outras palavras, Boa Educação. Agora... Como este artigo está em falta no mercado, hein! Acredito que se isso fosse um produto e eu a fabricante, estava podre de rica, porque todos gostam de ser bem tratados.

E isso não é vaidade. Não é algo que se aplica apenas - como muitas pessoas pensam - no sentido Homem --> Mulher. O que acontece é que nós nos esquecemos de olhar para o lado. Se antes o ditado dizia que o gramado do vizinho era mais verde, hoje, isso já não nos preocupa, pois só existem olhos para o próprio umbigo. Cada um está preocupado com a carreira que tem que seguir; o dinheiro que deve ganhar; o destino onde tem que chegar. E essa do destino é o que acontece na minha cidade, cada um está preocupado consigo e esquecem-se das regras que fazem a tal da Sociedade funcionar.

E o trânsito, tanto aqui como em qualquer outro lugar, é apenas mais um reflexo da falta de educação e egoísmo que tomou conta das pessoas. Ninguém mais se preocupa em desejar bom dia, em esperar a sua vez na fila, em ceder lugar a idosos, gestantes, ou simplesmente respeitar uma vaga no estacionamento para deficientes físicos... 

É triste essa constatação, e a solução para tal não é difícil, concordam? Isso me lembra as várias propagandas idealizadas pela Fundação Para Uma Vida Melhor, sabe aquele negócio do "passe adiante"? Eu acredito que a única maneira de recebermos educação, é antes de tudo sendo educados com os que estão à nossa volta, e não sermos grosseiros quando não nos tratarem como queremos. Com atitudes simples assim, tenho certeza de que podemos ser mais felizes, e que situações como a do carro esta noite, não nos causem espanto no bom sentido, mas que sim façam parte do cotidiano. Agora, e você do outro lado, como anda sua paciência e educação? E o cavalheirismo, vai mesmo entrar em extinção?

11 comentários:

  1. Muito lindo o seu texto, Vi, hoje em dia, esas coisas estão sendo deixadas de lado. Confesso que é até assustador, mulheres ao volante gritando, xingando, fazendo gestos obscenos, estou cansada de ver isso por aí. Educação é artigo de luxo em se tratando de convivência humana.
    O vídeo é show!

    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  2. Oiii amiga... Muito bom seu texto! Como disse a Luciana, eduação é raridade hoje em dia! Mas pessoas como você, sensíveis a tudo, fazem toda a diferença. É muuito bom te ver feliz.

    Abraços

    Ah! Pra lembrar: Hoje é o dia Nacional da Luta Antimanicomial e também o Dia Nacional do Combtate ao Abuso de Crianças e Adolescentes!

    Te amo, amiga!

    ResponderExcluir
  3. Ah! isso é essencial.
    Mas cabe a nós também ajudar a mudar isso. Não só fazendo a nossa parte no sentido de ser educado, mas também apontando as atitudes erradas.

    Não digo ir reclamar à pessoa, porque hoje se morre por isso, mas em levar esse tipo de atitude em consideração quando for julgar os caráteres por aí.

    Pra mim, se eu tivesse a fim de um cara e o visse estacionar em vaga de idoso ou deficiente... seriam vários pontos a menos. Vejo como demonstração de caráter mesmo.

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Com esse post me veio a cabeça aquela vez que estávamos no parque de diversões (estou sendo bonzinho) e veio um homem (um troglodita) que simplesmente furou a fila e passou na nossa frente. Se tivesse uma bomba lá eu jogava nele. O pior de tudo é que ele estava com a esposa e dois filhos. As crianças vendo aquilo acham que é a coisa mais normal do mundo.

    ResponderExcluir
  5. Quando a gentileza tem sido cobrada para lembrar as pessoas que faz parte da vivencia civilizada, um gesto de cavalheirismo é muito bem vindo, as vezes, surpreendentes. Eu tenho alguns amigos muito educados. Eu aprovo.

    ResponderExcluir
  6. seu texto está muito interessante ;) realmente esse tipo de cavalheirismo anda escasso nos dias atuais ;/ gostei tbm do seu blog e estou te seguindo! (: bjos ;*

    ResponderExcluir
  7. Nossa, cavalheirismo é tudo, né?
    Adoro cortesia, educação, são coisas q eu admiro
    e sempre faço muita questão de ter.
    Ainda tenho oportunidade de presenciar muito cavalheirismo. Saudades suas, beijos

    ResponderExcluir
  8. menina e tu não vai mais falar sobre a Hidrelétrica de Belo Monte????

    ResponderExcluir
  9. kkkkkkk
    Quem será esse anônimo?? rs
    Vou sim!! Só estou esperando a ira me vir à cabeça novamente para sair um texto mais ou menos inspirado!!
    ***

    POis é, Walisson, eu me lembro dessa situação e seu comentário foi realmente interessante porque nos faz lembrar que boa educação vem de berço! Abraços

    ResponderExcluir
  10. Queridonaaaaaaaaa!!! saudade q eu to daqui!!!
    gentileza é realmente o que mais falta no nosso cotidiano! acho inclusive que o (des)Governo deveria lançar o BOLSA GENTILEZA!

    talvez, a gentileza gere (alem da gentileza) escola, fome e familia (e todas as outras inumeras bolsas que eles inventaram pra ganhar uns votos a mais)

    obs. vc me decifrou messssssmo!!!
    realmente isso q ocorreu!!! eu tava (ainda tô, pra falar a verdade) tão encantada com o virtual (eu ja o vi uma UNICA vez na rua... é amigo de um amigo... mas ele nunca tinha me notado! na verdade, nem sabia q eu existia... (me sinto uma adolescente de 14 anos, sonhando com o cara bonitão do pré! mas fazer o q né!? essas coisas não se explicam!!!)

    e aí aconteceu q eu fiquei c o cara na cabeça!
    e acabei q eu não quis (nem quero) o outro lá, que... tão bonzinho... tava afim de um relacionamento saudavel!! hehehe

    acho que vou mandar o link do meu orkut pra vc, mas ó amiga... por favor, não vai deixar de falar comigo hein?! kkkkkkkkkkkk

    bjoooo

    ResponderExcluir
  11. Haaa, muito bom seu texto'
    Não é sempre que recebemos gentilezas..
    uma peena'

    Beeijos'

    ResponderExcluir