É triste mas é verdade..



É muito triste – para não dizer decepcionante – quando você percebe admite que durante todo o tempo não eram as pessoas que possuíam algum tipo de preconceito relacionado a você, mas você mesmo criava isso em seu mundinho particular e encarava como verdade.

Mais triste ainda é verificar quantas amizades e amores que poderiam ter sido e que vão continuar nesse patamar: poderiam ter sido.

É terrível quando você toma nota da tamanha baixa auto estima que carrega consigo e dessa forma masoquista de encarar as coisas, de no fundo no fundo não fazer nada para mudar.

É de dar pena o lamento. O lamento que vai continuar lamento; vazio, pela falta da ação.

4 comentários:

Postar um comentário

Voltei!!!


Olááá, pessoal! 
Como vão todos vocês?
Vocês não podem imaginar o quanto senti falta desse ambiente...Nos últimos meses foi humanamente impossível, mas agora estou de volta e espero poder coordenar melhor meu tempo para não mais ficar tanto tempo distante.

Bem, primeiro deixe-me contar um pouco do que aconteceu nesses últimos meses! Como já tinha comentado, eu consegui comprar o ingresso pro show do U2 que coincidiu na data do meu aniversário - o melhor presente de toda minha vida, né?! . E foi perfeito!! Valeu cada minuto que fiquei esperando para comprar o ingresso, cada centavo que foi gasto e todo o frio na barriga de viajar sozinha pela primeira vez para a maior capital do país e enfrentar aquela fila! Esse concerto foi minha última aventura antes de mergulhar de vez nesse universo cansativo chamado Monografia!

Pois é, pessoal, ela é a culpada. Se antes disso eu já postava com dificuldades e não sabia mais o significado de "fim de semana", depois do dia 10 de abril é que meu tempo foi para o brejo mesmo. Trabalho de segunda a sexta manhã e tarde, aulas a noite, estágio nos sábados e o tempo restante completamente dedicado à bendita!

Mas felizmente tudo passa (o que é bom e o que é ruim também) e esse ciclo se fechou no dia 24 de junho, uma sexta-feira conturbada com a apresentação do trabalho intitulado: "Implementação da Configuração de Aspecto em Aplicações NCL". O que é isso? É o conserto de uma pequena funcionalidade para o middleware Ginga, (o middleware  da TV Digital brasileira). E foi isso. Minha nota  e de meu companheiro de projeto foi 9,0 (\o/) e teoricamente somos cientistas da computação agora.

Bom, foi isso. E agora estou numa fase de resgate da origem. Quando sou indagada sobre o próximo passo, o famoso "E agora?", a resposta é a mesma: "Agora vou Descansar". E não apenas isso, esse é o período em que irei ler tudo o que não pude nesses últimos quatro anos e meio, ver todos os filmes que os finais de semana estudando não me permitiram, postar todos os pensamentos desajustados que pensei mas o tempo e o esquecimento me impediram de escrever. Me aproximar daquela pessoa que há em mim que eu nunca gostaria de ter me distanciado (alguém entende o que quero dizer com isso?), ou seja, quero alcançar aquela velha paz de espírito, aquele velho compasso de passos, pois só assim terei forças e disposição pra seguir em frente e fazer bem feito as tarefas que o destino colocar em meu caminho!

E é isso o que eu queria dizer hoje, por mais estranhos que sejam os caminhos que a Vida nos conduz, acredito que nunca devemos perder/esquecer a nossa essência (aquilo que somos e o que nos faz feliz). Se de tempos em tempos tivermos que dar uma pausa, tudo bem, mas jamais devemos abdicar daquilo que faz de nós o que somos. Porque caso contrário o que restará será apenas frustração.

Beijos e bom início de semana e férias a todos!!

6 comentários:

Postar um comentário