Missa, Gil, e outras coisas estranhas...

Hoje é domingo e como o costume (que não tenho seguido ao pé da letra ultimamente) fui  à missa.  Muita gente diz que lugares assim estão cheios de hipocrisia, que é chato e isso e aquilo.  Eu tenho um amigo que é deísta, que no passado já foi Católico praticante porém hoje não é mais. Achei interessante a filosofia e não discordo do que ela propõe, da mesma forma que sigo a religião Católica mesmo não concordando com algumas coisas. Mas eu falei isso aqui, só pra expor um pensamento que tive não só hoje, mas em alguns outros domingos aí... 

Muitas vezes tornamos esses atos tão banais que esquecemos de observar que maravilha que é aquele momento, quer dizer, mesmo tirando os hipócritas e aqueles que não estão nem aí mesmo, quantas pessoas vão ali em busca de paz de espírito e com o objetivo de adorar o mesmo Deus. É lindo isso! É maravilhoso ver que sentimentos assim são partilhados por muitos, e que ainda existem boas pessoas e tal. =D

*** 

"Não é Natal
Nem ano bom
Nem um sinal no céu
Nenhum armagedom
Nenhuma data especial
Nenhum ET brincando aqui
No meu quintal
Nada de mais
Nada de mal
Ninguém comigo
Além da solidão
Nem mesmo um verso original
Pra te dizer
E começar uma canção"

É nesse clima de Gilberto Gil que tenho passado os dias e a minha animação para blogar! Não aconteceu nada de espetacular, nem algo simples que me fizesse chegar à alguma grande reflexão. A única coisa assim relevante, é que, graças a Deus existe o Blogger,  porque final de semana estudando modelos de CMS, e mesmo nos "mais fáceis" você ver ainda dificuldades é de entristecer..
Ainda bem que o J. me ajudou um pouco, se não fosse ele,   eu ainda estaria no zero. () :)

***

E pra encerrar o fim de semana, enquanto escrevia este (terrível) post, me chamam para ver na TV isso daqui: 

Agora me digam, isso é o fim do mundo ou não é?

9 comentários:

  1. Muito legal a sua reflexão, Vi, adorei!
    Sempre é necessário a busca pela paz interior, para o espírito, justamente pra não sobrecarregarmos o corpo e sucumbirmos.

    Beijos e ótimo início de semana pra você.

    ResponderExcluir
  2. Missa virou mesmo uma coisa estranha...muitos estranham qdo,aos domingos,digo que vou à missa.Partilhar e comungar o mesmo setimento de (muitos) que estão ali.Gosto muito.Como gostei de sua postagem.Valores...

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca gostei de missas, cultos, reuniões exatamente pela hipocrisia. Mas fé é fé independente de religiao e isso sim, eu gosto muito. Fé!

    boa semana

    ResponderExcluir
  4. Sem mais o que dizer: Sim, é o fim do mundo! hehehe

    Dá uma passadinha pra espiar nosso blog. E se gostar, fique a vontade e volte sempre!!!
    Talvez você também se descubra "Sincera e Apimentada".
    Beijinhos,
    Nane

    ResponderExcluir
  5. Adorei esse post!
    Sou católica praticante e a parte os problemas
    de pessoas hipocritas(que por sinal,encontramos
    em qualquer lugar e não apenas em celebrações
    religiosas) e todo o resto, realmente me sinto
    renovada a cada missa. Não só as missas como
    quaisquer que sejam os momentos de maior
    intimidade com Deus, aquela reunião de pessoas
    pela fé, aquela paz que inunda os pensamentos
    e os corações dos que verdadeiramente creem,
    isso com certeza, dinheiro nenhum no mundo pode
    comprar e só quem já experimentou sabe o quanto
    é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  6. Vi,
    É verdade que muita gente vai à missa só por aparência, mas isso não torna menos válida a particiação de pessoas que realmente querem estar ali. As vezes minha mãe me chama para ir junto com ela e eu me recuso, pois acho uma verdadeira falta de respeito uma pessoa entrar em um lugar sagrado (mesmo que não partilhe da mesma crença) não querendo, ou sem paciencia, ou "rezando" pra que acabe logo.
    Deus é amor, é partilha, é respeito, qualquer que seja sua religião, mesmo que não seja cristã. E demonstrar respeito pela fé do outro é algo que nem todos conseguem fazer. Isso é realmente um pena, mas eu acredito que a humanidade ainda tem esperança!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. É sim. Definitivamente é o fim do mundo... rsrsrsr E; acredite... Eu também vi vários desses vídeos caseiros de crianças, mulheres e homens ( com algum talento, ou de forma ridícula ) repetindo essa coreografia.
    Quanto a hipocrisia nas igrejas e nos templos, além de concordar, fiquei aqui pensando que é um tipo de hipocrisia que se vê também nos ambientes acadêmicos, na puxação de tapete dos locais de trabalho, nos relacionamentos, nas favelas e no senado ( como diz aquela música ). Hipocrisia está em todo lugar e se vamos deixar de entrar em qualquer lugar por que pensamos que lá há hipocrisia, é melhor incorporar uma de Robinson Crusoé e morar numa ilha e se transformar num solitário. Ao invés de se importar com a hipocrisia dos outros, é muito melhor fazermos o possível para não sermos hipócritas e simplesmente nos acostumarmos a ver o que há de bom em praticamente tudo. Por que os hipócritas devem ter, lá no fundinho, alguma coisa de boa para se concentrar. Quanto ao meu estado de espírito tem estado assim. Mas eu procuro lidar bem com as minhas situações. As vezes consigo, às vezes demoro um pouco mais.

    ResponderExcluir
  8. É, amiga, a fé e a comunhão sentidas é incomparável!
    Te amo, amiga... Fique com Deus

    ResponderExcluir