Dos filmes que já vi...

Era uma vez uma menina que era cinéfila, que amava assistir filmes, não perdia um Oscar, mas que hoje não tem mais tempo nem de se sentar na sala de TV... :(

Atualmente, todas as (raras) vezes que vou à vídeo locadora tomo um susto ao perceber que o filme que vi o trailer anunciando sua estreia nos cinemas já não estão mais na estante dos lançamentos!
Deprimente.
No entanto, embora eu não tenha mais tempo de assistir a filmes como antigamente, ainda tenho o hábito de rever os antigos que me marcaram e que farão sempre parte da minha história.

* Tudo Acontece em Elizabethtown
Bem... Críticas não faltam, mas eu gostei. E acho que todos nós devíamos fazer uma viagem daquele tipo alguma vez na vida (na história, o personagem principal aluga um carro e viaja sozinho pelo país, sem compromisso, sem horário pra chegar. Apenas um momento de apreciação..um momento de Vida).

*Pequena Miss Sunshine

Até hoje tento abstrair 'coisas' desse filme. Ainda não sei dizer exatamente o que tanto me encantou nele!
Vai ver foi o programa de índio que essa família fez, tão parecidos com os que eu já passei!!
Momentos esses que nos fazem quase explodir de raiva ou frustração no momento em que acontecem, mas que com o passar do tempo acabam virando motivo de boas risadas e ótimas lembranças... O outro motivo pode ser também o fato de ser Família!! Ou seja, aquelas pessoas que você não pôde escolher para estarem ao seu lado, mas que nos melhores e piores momentos sempre estarão/estiveram contigo. Isso é um presente Divino!!



* À procura da felicidade

Adoro histórias de drama, principalmente aqueles baseados em histórias reais. É claro que tem todo aquele lance do cinema, de fazer tudo parecer muuito bonitinho, mas é sempre um impulso, uma maneira de mostrar que todos nós estamos sujeitos a tristezas, fracassos. E que às vezes não faz mal ultrapassar algumas barreiras ou preconceitos para seguir em busca daquilo que se almeja.
Ponto interessante do filme: quando o pai diz ao filho "Nunca deixe ninguém te dizer que não pode fazer alguma coisa, nem mesmo eu.(...) Se você tem um sonho, tem que correr atrás dele. As pessoas não conseguem vencer e dizem que você também não vai vencer... Se você quer uma coisa, corre atrás, ponto."



* Orgulho e Preconceito

Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas espero fazê-lo em breve. Esse filme, como foi dito no making-of, mostra uma época em que os relacionamentos eram bem definidos. O local de 'paquera' eram os bailes, e o negócio era 8 ou 80. Não era como hoje, em que você beija alguém e: ou aquilo não significou nada, ou você fica um certo tempo sem saber direito do que se trata.
Outra coisa também que me deixou impressionada: o mais lindo filme de romance que assisti e que não possui Uma cena de beijo, ou sexo, ou seios, enfim...
Maaas se bater a curiosidade, tem a cena do beijo nos extras! =D


E o mais "recente":

*Wall-E

Essas animações sempre foram minha perdição. Além de ficar pensando por horas no trabalho gerado para que se obtenha tal resultado, as histórias são sempre mais interessantes que aquelas feitas com pessoas reais. Essas animações funcionam como parábolas modernas. E este filme tem o mérito de transmitir uma mensagem super legal quase que só usando imagens. São poucos os diálogos ao longo do filme. E claro, sua história, a crítica feita à humanidade de maneira bem humorada e direta.

Por enquanto, "isso é tudo, pessoal!!!"

2 comentários:

  1. Orgulho e Preconceito... esse vai ficar na história, rsrs...

    lembra?

    ResponderExcluir
  2. amuhh todos os filmesss, com exceção de pequena miss sunshine :p

    bjusss: Rô

    ResponderExcluir