Eu, defensora assídua dos sonhos tenho repensado meus conceitos ultimamente... É que existe um choque entre o que queremos e vontades alheias. Já reparou que quando sonhamos com algo, idealizamos tanto que nunca acontece da maneira como imaginamos? Diante disso, nas últimas semanas tenho me feito a seguinte pergunta: Por que sonhar?

No entanto, nesse período pude classificar os sonhos em dois tipos, digamos assim:
  • Existem aqueles em que ansiamos por um objeto novo ou a conquista de algum título (sonhos esses perfeitamente palpáveis).
  • E aqueles cujo objetivo principal diz respeito diretamente a outros seres humanos com vontade própria..
Acho que devemos evitar esse segundo tipo! Por exemplo: há anos atrás havia uma professora que eu admirava muito e que estava prestes a se mudar. Eu não queria que ela fosse embora. No meu melhor sonho/desejo, ela ia preferir ficar por aqui. É claro que ela foi embora!!
Mas de um tempo pra cá eu fiquei me perguntando sobre como Deus lida com essas situações. Duas pessoas querem algo: a primeira quer ir e a segunda quer que a primeira fique, qual desejo realizar? Foi pensando em coisas estranhas assim que decidi não pedir a Deus ou sonhar coisas que possam entrar em conflito com a vontade dos outros.

Será que assim estou sendo uma boa menina?? (rs)


O Natal está chegando e as pessoas já começam a mudar sua postura, "floresce" nos corações um pouco mais de bondade, respeito ao próximo e solidariedade. A única coisa triste disso tudo, é as pessoas  esperarem um ano inteiro para no último mês amolecerem seus corações...
Deveria haver Natal o ano inteiro.

Um comentário:

  1. Menina, e é por causa desse excesso de idealização que nos frustramos. Se não fossemos tão idealistas, tão sonhaderos, a frustração não se chamaria assim, seria apenas uma expressão de "que pena". Mas somos excessivamente sonhadores, e quando a coisa não sai, socorro, a queda é de dois andares, no mínimo.
    e sobre o Natal, este ano vou passar só com marido e filho. Chega de sorrisos familiares. Não estou com saco!

    Beijos!
    Gostei da árvore, tá parecia com a minha aqui de casa, rsrsrs

    ResponderExcluir