Um post meio apocalíptico, sei lá...!



Acho que estou mesmo ficando velha e além disso ando tão revoltada com tudo. Acabei de assistir o finalzinho do filme Gladiador (de novo) e como sempre sobe aquela emoção, aquele misto de tristeza e alegria, aquele senso de justiça e tals.

Eu sei que a Bíblia diz em Mt 7:1 "Não julgueis, para que não sejais julgados.", mas ultimamente está difícil segurar a onda, sabe? Eu tenho consciência de que não sou melhor do que ninguém, de que todos nós somos passíveis de erro; que a gente "se sente" ao ter razão, e acha super desconfortável - para não dizer humilhante - quando alguém expõe o quanto estamos errados de algum modo. Mas eu tenho visto tantas coisas que me desagradam que fica difícil não deixar que tudo isso acabe nos contaminando.

Eu estou assistindo uma nova série, Game of Thrones que é bastante interessante apesar de não ser indicada para menores de 18. Além da imoralidade (sexual) exagerada da série, que me tem feito pensar se a humanidade foi sempre assim e só vestiam com mais fervor a máscara da hipocrisia, tem toda uma questão de honra e traições, principalmente traições.

Game of Thrones mostra uma sociedade sem escrúpulos, onde a busca por poder e riquezas atropela tudo e todos; e aqueles que honram a retidão e que querem apenas paz vêem-se envoltos nesse emaranhado de intrigas, maldade e um dos sentimentos que mais prevalece é o de impotência, injustiça.

Eu tenho visto muito isso e infelizmente não posso dizer que apenas em filmes, séries ou novelas... Eu tenho visto ao meu redor, com meus amigos, conhecidos, desconhecidos, familiares e até mesmo em minha vida. Nem precisa dizer o quanto dói, o quanto é ruim ver tanta gente tentando fazer o certo e levando patada aqui e acolá e pior, ver aqueles que vivem de fazer maldades com o próximo saírem sempre impune.

Eu tenho fé de que a hora dessas pessoas vai chegar, de que elas irão pagar beem caro por todo o mal que tem feito, assim como os justos ainda terão suas glórias. Mas apesar de tudo ainda me sinto culpada, acredita? Culpa por desejar que cada uma dessas pessoas más se explodam por aí. Eu não queria sentir isso, não queria desejar, pois temo me tornar igual ou pior do que esses que tanto tenho criticado. "Não julgueis, para que não sejais julgados.", lembram-se?

Hoje eu queria saber se é só eu que ando assim ou vocês também tem percebido o quanto as coisas tem ruído, o quanto o homem tem baixado o nível e o quanto as coisas tem ido de mal a pior. Eu sei que temos que olhar o lado bom de tudo também, afinal estamos vivos, não é? Estamos aqui para aprender e felizmente ainda existem alguns dispostos a fazer o bem. Isso vale muito, mas ainda acho que deveriam haver mais Maximus por aí, ou reformulando.. Deveríamos parar de pensar tanto só em nós e passar a olhar mais o que e quem existe à nossa volta. 

Eu termino esse post com frase escrita no muro de uma Maçonaria daqui, é mais ou menos assim: "Para que o corrupto vença, basta que o justo se cale."

É de fazer pensar ou não é?
 

2 comentários:

  1. Estou passando para lhe retribuir a visita que fez no meu Blog. Li o seu texto e gostei. Posso te afirmar que me sinto mais ou menos igual ao que vc descreveu. Gostei também da frase que vc colocou no final; aquela que vc viu escrita no muro de uma maçonaria... Mas eu tenho uma frase que eu carrego comigo há anos que também se encaixa no contexto do assunto em questão, que é: "O PODER CORROMPE AS PESSOAS".

    Abraço e volte sempre no meu Blog querida!

    www.desenhadinho.com

    ResponderExcluir
  2. Viiii... estou tão por fora de novas séries, chego em casa tao cansada que nem quero sentar na frente da tv para degustar dos canais que pago para distração.

    Amiga fofolete, eu tava com saudades de voce.
    Ainda bem que foi me cutucar... thanks!

    Normalmente sou engraçada até falando! É o que dizem, é o que me olham admirados... rssss Talvez seja por isso que num instante eu faço amizades.

    Beijos

    ResponderExcluir