Devaneios :p



Eu vivi minha adolescência numa época que os livros de auto-ajuda estavam em alta - não sei se ainda continuam, mas parei de me importar com isso. E embora de acordo com a Wikipédia  o livro tenha sido publicado no Brasil em 1995, quinze anos atrás, até hoje se fala do livro "Homens são de Marte, Mulheres são de Vênus".

Confesso que até comecei a ler o tal livro pra entender um pouco e não falar muita besteira aqui. Até agora deu pra perceber que é um grande livro de receitas, isso serve, aquilo não serve. Não faz meu gênero, mas nunca devemos recusar conhecimento, não é verdade? Mas o porquê dessa introdução? Bem, o que me trouxe até esse post foram os comentários masculinos da última postagem (Nunca soube se chapinha prestava..).

Foi interessante o Daniel Hiver do Pelo caminho dos plátanos...  usar as minhas palavras para responder a questão proposta pelo post:  "larga de ser trouxa mulher e fica contente com o que tens e com quem tu és", principalmente pelo peso que essas palavras criaram pra mim. E a vassoura de piaçava do Marcos Satoru Kawanami do blog Memórias da Lira Velha também não foi menos impactante!!

Então parei pra pensar na distância que existe entre os pensamentos masculinos e femininos. Tudo bem, é até meio bobo porque essa discussão não é de hoje, mas não deixa de ser intrigante tudo isso. É claro que cada um tem suas próprias percepções, gostos, mas tem que haver algum padrão, algo que diferencia e caracteriza esses dois mundos.

Falando sobre mulheres, é inegável a influência da indústria da beleza, e também está claro que elas - muitas vezes - não se arrumam para impressionar os homens ou para se “sentir bem” e sim para as outras mulheres. Eu saio pouco, mas em todas as raras vezes que isso acontece sempre fica no ar aquele clima de competição entre elas. Qual mulher nunca se sentiu linda ao se olhar no espelho antes de sair e ao chegar ao local de destino não viu seu balão da auto-estima aos poucos ir murchando com cada uma que passava com a blusa mais bonita, a sandália mais legal, o cabelo perfeito ou a maquiagem impecável? Será que existe isso no mundo masculino?

Acho que podemos dividir as mulheres em duas "espécies", aquelas que se Acham de verdade (pouco importando se isso condiz com a realidade ou não) e aquelas que Tentam se achar, mas geralmente conseguem apenas se colocar pra baixo e uma vez aqui ou acolá se sentirem confiantes de si.

Beleza, eu juro que estou tentando me desligar do que os outros pensam, mas velhos hábitos não vão embora da noite para o dia, e depois daqueles comentários eu fiquei realmente pensativa e curiosa sobre. Porque enquanto estamos nessa luta incessante contra o que somos, contra as outras, como eles vêem tudo isso? Alguns dizem que é besteira, que muitas vezes vale o conteúdo e blá blá blá, mas sabemos que não é bem assim, não é?

Entrevistando um desafortunado amigo no MSN a respeito disso, ele me disse: “Geralmente a mulher está: linda ou feia, cheirosa ou fedida, legal ou chata, triste ou alegre, ou sabe conversar ou não sabe.”. Claro que isso não resolve o problema, e nem sei dizer se chega a ser esclarecedor, mas o que fica evidente é a distância das percepções.  Pelo visto eles enxergam apenas se ela é/está feia ou linda, mas não toda a complexidade por trás disso, o trabalho que dá tentar ser bonita e tudo mais.

Se eu fosse um pouco mais ignorante, poderia parar por aqui e dar o assunto por encerrado e dizer que se trata apenas disso (8 ou 80 pra eles), mas sabemos que não é. As pessoas dizem “Seja feliz!”, “Aceite...”, “A Vida é muito mais que isso ou aquilo”, mas não nos desprendemos fácil de conceitos anteriores a nós. E arrisco dizer que é hipocrisia alguém chegar e dizer que nada disso os afeta e que ela (pessoa) está acima disso. Acredito sim que existam pessoas mais bem resolvidas do que outras, mas nunca uma que não se sinta diminuído de alguma forma por causa do problema de vista alheio.

Quando digo problema de vista, é no sentido de querer transmitir algo e a mensagem chegar ao destino de maneira diferente da que gostaríamos. Agora percebo que meu raciocínio não vai dar em nada, e um trecho que explica o porquê encontrei no já citado livro do início do post. Ele diz:

“Os homens esperam, equivocadamente, que as mulheres pensem, se comuniquem e reajam da maneira que os homens o fazem; as mulheres erroneamente esperam que os homens sintam, se comuniquem e respondam da maneira que as mulheres o fazem. Nós nos esquecemos de que homens e mulheres devem ser diferentes.”

Pronto. Matou a charada. E eu continuo sem minhas respostas – apesar de não ter conseguido formular A Pergunta. Parece-me mais um caso perdido, ou seja, “Não gaste seu tempo com isso, pois não vai dar em nada..!”. Quer saber? Vou ler o livro, quem sabe ajude...

E para você, isso faz algum sentido?                      

12 comentários:

  1. Somos diferentes tanto fisicamente como mentalmente...
    Querendo ou não, os homens sempre olham pra aparencia e de alguma forma mesmo que não admitamos nós nos vestimos para eles(ou para ELE)huahauhauhuhauh

    ResponderExcluir
  2. Oi Vi, têm selinho pra vc no COisas!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nao sou adepta a generalizações sabe?! Mas acredito que a alma mais feminina (que pode ser homem ou mulher) tende mesmo a uma dose maior de vaidade (e todas as causas e consequencias q ela venha a ter)

    Qto ao fato de abrir mão do belo, em prol do natural, me expliquei no post anterior. Acrescento, sendo natural ou artificial, o importante é se sentir bem com vc! Bonito é ser autentico!

    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Viii, o amor nos faz sentir muito bem. Todo mundo deveria ter um amor e viver este amor.

    Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  5. Oi,Viii!Td bem?Obrigada pela visita lá no meu cantinho, volte sempre será sempre muito bem vinda.
    Muito interessante o assunto do seu post eu li por que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor? E por que os homens mentem e as mulheres choram?Te confesso que foi bem esclarecedor até porque eles conseguem provar cientificamente as diferenças entre homens e mulheres. com certeza toda mulher em maior ou menor grau se preocupa com o que as outras pensam e quanto aos homens é difícil saber o que eles realmente querem de uma mulher,mas uma coisa eu tenho certeza, eles tem medo de mulheres inteligentes, nem todos é verdade,mas a maioria tem.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  6. Eita, assunto complexo. Vamos aos pitacos:
    Esse livro é o clássico de auto ajuda mas não posso falar muito por não ter lido. Tenho um pouco de 'aversão' à livro de auto ajuda, parecem complicar mais do que de fato ajudar... rs.
    Acho que a questão está mais na dinâmica social do que nas diferenças entre homens e mulheres. O belo é um conceito totalmente mutante. Assim como a concepção do que é ou não "normal". Isso muda conforme a época, a cultura e mais milhões de outras variáveis. Se sentir bela é, na maioria das vezes, ser bela os olhos dos outros. Isso vale tanto pro homem quanto pra mulher. O fato de pensármos que a mulher 'liga' masi pra isso é um vício cultural. A mulher faz isso o homem faz aquilo. É claro que existem corportamentos padrões ou típicos de mulheres ou homens, mas isso também é vício cultural. Sei lá, é tudo muito confuso que chega aparentar ser simples. Rs.
    Bem, é isso que eu acho... apesar de não ter concluído....

    ResponderExcluir
  7. Olá!Passando para ver como andam as coisas por aqui.
    Cuide-se!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. Querida, eu li alguns livros de Auto-Ajuda mais por curiosidade, para saber o que tinham de fato a contribuir na minha vida. Achei a maioria um saco. Ainda mais quando sao escritos por pessoas que moram em outros países, com cultura diferente. Não existe receita de vida, mas vive-la. Claro que algumas vezes devemos ouvir, como conselhos, ou musica, para nutrir nossa alma de pensamentos positivos.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  9. A maioria dos livros de auto ajuda hoje são realmente um saco e fazia muito tempo que os olhava com indiferença, mas tive que engolir em seco quando li HOMENS SÃO DE MARTE, MULHERES SÃO DE VÊNUS. Muito bom! Vale à pena!

    ResponderExcluir
  10. Ás vezes sentimos que não chegamos a conclusão nenhuma com essas discussões, mas com certeza nos enriquecem muito. Muito bom trocar ideia, pensar sobre, expor a opinião sem se sentir reprimido e também ouvir outras visões sem acusar. Tá muito gostoso seu blog, amiga!

    ResponderExcluir
  11. O seu link no meu painel há tempos que não funciona...não sei o que é..ele não encontra o feed. Com isso perdi a chance de ler esse seu post tão bem escrito e interessante.
    Vou ver se consigo abrir sua página pelo reader para compartilha-lo. Quem sabe assim não encontramos as respostas que buscamos?!
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Esse assunto realmente é velho, e por isso mesmo é que é legal :).

    Eu tenho pra mim que todas as futilidades femininas têm análogos masculinos. Do tipo, enquanto a mulher se enpiriquita toda, o homem sai contando vantagem. Enquanto a mulher consome um monte de cosmético, o homem consome um monte de cerveja. E assim por diante. São exemplos bobos só pra ilustrar a ideia.

    Eu não posso falar mto pois sou um ponto completamente fora da curva. Minha visão é: odeio maquiagem, acho que estraga a beleza natural das mulheres, que é o que mais importa - isso em termos de aparência. Acho até broxante ver aquelas cidadãs que fazem tudo ao mesmo tempo: salto alto, roupas chiques e caras, maquiagem ao extremo... Valor 0 pra isso.

    Agora, o que realmente me atrai numa mulher é o que ela tem a dizer, suas ideias, sua forma de encarar a vida, seu papo. É claro que beleza física conta muito, principalmente para uma primeira impressão.

    Por hora é isso!

    ResponderExcluir