Eu disse que não ia durar muito...

"Não existe certeza quando se trata de sonhos. Alguns se realizam porém outros tantos morrem. Quando isso ocorre, é quando alguns se perguntam para que continuar sonhando." (Retirado do episódio número 14 da primeira temporada de Everwood).

Pois é, aqui estou eu mais uma vez - parecendo um CD ralado que ficou tocando só um pedaço da música, sem seguir adiante e nem retornar. É que esses dias tenho andado inquieta e não tenho conseguido ordenar os pensamentos, o que não é bom. Então estava assistindo a esse seriado quando ele encerrou com essa frase, o que trouxe à tona essas coisas que tenho sentido, ou melhor, esses questionamentos que tenho levantado.

Dei uma passadinha na Wikipédia, pra pesquisar a origem da tão famosa expressão Carpe Diem. Aproveitar o dia, "colher o instante, sem confiar no amanhã", como diz lá, porém cada vez que penso nela (a expressão), mais vêm à consciência o quanto é difícil praticar isso de verdade. Tudo o que fazemos, o que pensamos, geralmente é depositando total confiança no amanhã. Nos últimos dias, eu tenho tentado exercitar o não-pensar-no-amanhã, e foi muito estranho, porque eu notei que grande parte do meu tempo, perco pensando no futuro!

Mas de que adianta pensar, planejar? Talvez projetos até se tornem concretos depois de muito esforço, mas sonhos.... A maioria deles vira alguma coisa, mas nunca como imaginamos.. Mas se é assim, POR QUE ainda insistimos em sonhar?

4 comentários:

  1. Legal demais a tua reflexão. Sempre esperamos no amanhã porque no hoje não realizamos o que queríamos. Acho que é por isso. A gente joga pro outro dia aquilo que não conseguiu fazer...
    Mas também, acho que a gente sonha pra não perder a esperança de vez, pra ter algo no que se sustentar, pra acreditar qua amanhã pode ser melhor.
    Queremos sempre acabar com as nossas inwquietações, mas, se pensarmos bem, vc já reparou que quando conseguimos conquistar o que queríamos de fato, aquilo acaba perdendo o sentido com o tempo? Acabamos buscando outras inquietações, outros sonhos para nos agarrar.
    É isso, um eterno "conquistar".
    Muito bom o seu post. Me ajuadou a pensar.
    Cara, quando venho aqui tenho que pensar pra responder, rsrsrs.
    Beijos, Vi, bom domingo pra vc.

    ResponderExcluir
  2. Já reparei sim Luciana, e é meio deprimente isso às vezes, não é? Como se fosse um trabalho de Sísifo, quando chegamos ao cume, a pedra desce de novo!! Mas nesse caso ela desce não como um castigo eterno, e sim como uma necessidade natural dos seres humanos de estar sempre em busca de algo novo.
    :)

    ResponderExcluir
  3. O 'sonhar' é além de planejar. Sonhar é projetar os planos. É se ver no futuro com o que queremos realizado. De qualquer forma, as coisas que nos acontecem são resultado das escolhas que fazemos. Se optamos, por exemplo, por acordar mais tarde, não veremos o sol nascendo. Se optarmos por dormir cedo, não veremos o céu com estrelas. O nascer do sol é lindo, as estrelas são fascinantes. Mas pagamos o preço? Pensar no futuro pode ser bom, mas viver no presente coisas que modificarão o futuro é bem mais eficaz. Presta atenção no que te cerca hoje e observa no que essas coisas podem mudar teu amanhã.

    * Te achei no blog da Luciana (Afrodite) e vim conhecer teu blog.
    Gostei.
    Beijos meus.
    =)

    ResponderExcluir
  4. Mas continue sonhando, vale a pena.

    Se eu não sonhasse, não teria me casado. Mas o sonho não era algo utópico. "Carpe Diem"... aproveite o dia.

    Eu adorava ir para casa da minha avó no interior do estado de São Paulo. Tão gostoso quanto chegar a cidadezinha de Salto Grande, era também gostoso o caminho da viagem. E acredito que seja assim o sonhar: a gente aproveita o dia construindo cada pedacinho do sonho e isto a gente só pode fazer hoje.

    Obrigado pelo seu post e pela visita ao meu blog. Fique a vontade para acessá-lo quando quiser.

    Abraços.

    ResponderExcluir